fbpx

Serra da Malcata

A Reserva Natural da Serra da Malcata

Integra-se nos concelhos de Penamacor e Sabugal, junto à fronteira com Espanha, na confluência da Beira Baixa com a Beira Alta. Geograficamente, corresponde à continuidade da Serra de Gata, no outro lado da fronteira. Com uma superfície de 16348 ha, é uma serra de xistos, pontuada por afloramentos quartzíticos e de cumes caracteristicamente arredondados. As encostas são muito declivosas e profundamente sulcadas pelas insípidas linhas de água e a sua altitude varia entre os 425 e os 1078 m.

Foi criada na sequência da campanha “Salvemos o Lince e a Serra da Malcata”, numa das manifestações ambientais mais proeminentes da sociedade portuguesa. E, posteriormente, as relíquias da sua mata mediterrânica levaram à classificação de Reserva Biogenética do Conselho da Europa.

É neste território que o Rio Côa tem o seu berço e, no seu troço inicial, delimita a Reserva pela sua parte Norte.

A vegetação

Nesta área protegida ocorrem núcleos florestais bem conservados. As zonas setentrionais, de natureza supra-mediterrânica, são dominam pelos bosques de Carvalho-negral (Quercus pyrenaica), enquanto que nas áreas caracteristicamente meso e termo-mediterrânicas surgem pequenos núcleos de azinhal (Quercus rotundifolia) e de sobreiral (Quercus suber). Importantes são também as zonas de freixiais e as linhas de água cobertas por bosques de amieiros, um habitat prioritário. O medronhal é uma das formações mais característica desta área, cobrindo algumas vertentes, de forma profusa ou dispersa. Alguns destes núcleos são formados por medronheiros de porte arbóreo, que alcançam os 8 metros de altura.

A fauna

Os pontos de água são locais com características que permitem a existência da Salamandra-de-costelas-salientes (Pleurodeles waltl), do Tritão-de-ventre-laranja (Lissotriton boscai), da Rã-ibérica (Rana iberica) e do Lagarto-de-água (Lacerta schreiberi), os últimos três sendo endemismos ibéricos.

Durante todo o ano, na barragem da ribeira da Meimoa, é possível observar o Mergulhão-de-crista (Podiceps cristatus) e o Mergulhão-pequeno (Tachybaptus ruficollis). O Bufo-real (Bubo bubo) e a Cegonha-preta (Ciconia nigra), espécies mais raras, optam pelas zonas mais tranquilas e remotas do rio Bazágueda e da ribeira da Meimoa para nidificarem. Devido à existência de um campo de alimentação de aves necrófagas, também é aqui frequente observarmos o voo planado do Grifo e do Abutre-preto.

Para além destas espécies, também aqui abundam o Javali, o Veado e o Corço.

Loading Maps
View
Normal Midnight Family Fest Open dark Riverside Ozan
My Location Fullscreen
There are no available activity for this location, time and/or date you selected.

Total: No activity found .    view all

Search for Activity

Not what you're looking for? Try your search again

There are no available tour for this location, time and/or date you selected.

Total: No tour found .    view all

Search for Tour

Not what you're looking for? Try your search again