fbpx

Serra da Estrela

 

Com quase 2000m de altitude, a Serra da Estrela representa a elevação mais elevada de Portugal continental. A sua imponente e espectacular paisagem rochosa, está profundamente marcada com as cicatrizes deixadas pelos glaciares de outrora. Além disso, alberga habitats específicos de montanha bem como inúmeras espécies endémicas de plantas e animais, algumas delas, não existindo em nenhum outro local do Mundo.

A Serra da Estrela é o espaço natural de excelência para os amantes da natureza.

 

Valores faunísticos

Devido à sua altitude, o isolamento geográfico permitiu que determinadas espécies de animais e plantas tivessem aqui evoluído separadamente de outras populações, desta forma, criando espécies distintas e específicas deste território.

Nas zonas mais altas da Estrela, é possível encontrar e observar, com tranquila facilidade, o ex-libris dos répteis da Serra, a Lagartixa-da-montanha (Iberolacerta monticola), um endemismo exclusivo.

Também podemos observar insectos singulares, que só aqui ocorrem. O Monotropus lusitanica, o Iberodorcadion brannani, o Zabrus estrellanus e o Ctenodecticus lusitanicus são os principais. Outras espécies encontram na Serra da Estrela a sua área de distribuição exclusiva em Portugal. Tal é o caso das libélulas Aeshna juncea e Sympetrum flaveolum e da borboleta Satyrium actaea.

Do grupo das aves existentes e que podemos observar no Parque Natural da Serra da Estrela, algumas delas encontram nesta montanha o seu habitat preferencial a nível nacional. De uma lista de cerca de 100 espécies residentes, podemos destacar as seguintes:

Melro-das-rochas (Monticola saxatilis), Sombria (Emberiza hortulana), Cia (Emberiza cia), Tartaranhão-caçador (Circus pygargus), Falcão-peregrino (Falco peregrinus), Chasco-cinzento (Oenanthe oenanthe), Petinha-dos-campos (Anthus campestris), Águia-cobreira (Circaetus gallicus), Águia-calçada (Hieraeetus pennatus), Andorinha-das-rochas (Ptyonoprogne rupestris), Melro-de-água (Cinclus cinclus), Rabirruivo-de-testa-branca (Phoenicuros phoenicuros), a Gralha-de-bico-vermelho (Pyrrhocorax pyrrhocorax).

 

Valores botânicos

Uma grande variedade de plantas e flores emprestam o seu colorido aos caminhos e encostas da Serra. À semelhança dos animais, alguns elementos da botânica apenas sobrevivem neste território montanhoso. O patamar mais elevado da Estrela

Silene foetida foetida
Silene foetida foetida

apresenta características pseudo-alpinas e, por isso, a vegetação é maioritariamente constituída por plantas de porte arbustivo e rasteiro. Tal é o caso do zimbro-alpino (Juniperus alpina) e das gramíneas Festuca henriquesii e Cervum (Nardus stricta), plantas adaptadas ao clima adverso do Inverno e à cobertura regular de neve. Das espécies mais raras, que florescem apenas durante os meses de Verão, destacam-se a Campanulla herminii, uma bela flor azul que está associada aos pastos de altitude (cervunais), a Silene ciliata, a Silene acutifolia, o cardo Eryngium duriae e as exclusivas Silene foetida subsp. foetida, a Armeria sampaioi e o Senecio pyrenaicus subsp. caespitosus, que florescem durante os meses de Verão. Mas já a meio do Inverno e no início da Primavera podemos ver várias espécies de narcisos (alguns endemismo ibéricos) e a característica Fritilaria nervosa. Nas zonas mais húmidas, ainda podemos encontrar a minúscula Orvalhinha (Drosera rotundifolia) uma planta carnívora. Entre muitas outras.

 
Serra da Estrela - Passeio Fotográfico
Hiking in Estrela Mountain
Penhas Douradas

Os nossos percursos

Estrela Mountain Nature Park, Portugal
Lagoa do Peixão e Vale da Candeeira
Lagoa na Serra da Estrela
Lagoa do Covão das Quelhas
Charcas da Serra da Estrela
Charca glaciária

 

Este percurso circular, em torno do ponto mais alto de Portugal continental, proporciona magníficas vistas do território circundante. Apesar do aparente aspecto “despido” da paisagem ao longo deste itinerário, ficará a conhecer alguns dos mais importantes e exclusivos habitats, animais e plantas únicos que caracterizam o Andar Superior desta Serra. Um patamar com características sub-alpinas, onde a vegetação pouco mais é que arbustos rasteiros e herbáceas, formando zonas arbustivas intercaladas com os prados de altitude, os cervunais, os charcos e lagoas naturais de origem glaciar e a presença constante do granito.


Duração: 4h

Extensão: 8km

Diferença altitudinal: 243m (cota mínima – 1750m; cota máxima – 1993m)

Pontos de passagem/interesse: Lagoas e Covão do Meio, Covão do Boieiro, Salgadeira, Cântaro Gordo.

Realização: de Maio a Novembro


Preço por pessoa: 18,50 €

O preço indicado aplica-se a um grupo mínimo de 6 participantes e inclui o acompanhamento por guia, seguros.

A reserva de lugar só é garantida mediante o pagamento de 50% do valor da inscrição.

Até 15 participantes. Para grupos entre 6 e 15 participantes oferecemos condições especiais. Por favor contacte-nos.

Oferta de desconto igual ao IVA para clientes particulares.
Acresce o IVA aos preços indicados, para empresas e outras entidades.

 

Serra da Estrela - Passeio Fotográfico
Lagoa Escura
Lagoa Comprida Serra da Estrela
Lagoa Comprida
Hiking in Estrela Mountain
Lagoa do Covão dos Conchos

 

O Circuito das Lagoas é um percurso que nos leva a conhecer algumas das lagoas de altitude da Serra da Estrela. Depressões de origem glaciar, são reservatórios de água com características naturais exclusivas e que foram posteriormente interligadas e aproveitadas pelo homem, numa das primeiras redes hidroeléctricas do país. Lagoa Comprida, Lagoa dos Conchos e Lagoa Escura. Esta última mantém ainda a sua integridade natural.

Um percurso de relevo suave, variando entre o caminho de terra batida e o trilho de montanha, com as amplas paisagens e habitats que caracterizam o Planalto Superior da Serra da Estrela.


Duração: 4h 35m

Extensão: 11,35km

Diferença altitudinal: 130m (cota mínima – 1584m; cota máxima – 1714m)

Pontos de passagem/interesse: Lagoa Comprida, Lagoa dos Conchos, Lagoa Escura.

Realização: de Março a Novembro


Preço por pessoa: 18,50 €

O preço indicado aplica-se a um grupo mínimo de 6 participantes e inclui o acompanhamento por guia, seguros.

A reserva de lugar só é garantida mediante o pagamento de 50% do valor da inscrição.

Até 15 participantes. Para grupos entre 6 e 15 participantes oferecemos condições especiais. Por favor contacte-nos.

Oferta de desconto igual ao IVA para clientes particulares.
Acresce o IVA aos preços indicados, para empresas e outras entidades.

 

Vale do Zêzere
Vale do Zêzere
Vale do Zêzere
Vale do Zêzere
Serra da Estrela - Passeio Fotográfico
Covão da Ametade

 

Com início em Manteigas, faremos a subida integral do maior vale glaciário de Portugal, o Zêzere, na Serra da Estrela. De trajecto linear, este vale apresenta ainda os vestígios da última glaciação e dos processos que deram origem a este monumento natural. O rio Zêzere, de águas cristalinas e frias será também uma constante ao logo do percurso, que termina, praticamente na sua nascente, no Covão da Ametade.


Duração: cerca de 4h

Distância: 9 km

Tipologia: Linear

Dificuldade: Média

Diferença altitudinal: 624m (cota mínima – 808m; cota máxima – 1432m)

Devido ao facto de o percurso ser linear é sempre necessário realizar uma logística inicial por causa das viaturas. No final do percurso o regresso a Manteigas será feito numa viatura da empresa que transportará apenas os motoristas ou, com o apoio de viaturas particulares, transportando todo o grupo.


Preço por pessoa: 18,50 €

O preço indicado aplica-se a um grupo mínimo de 6 participantes e inclui o acompanhamento por guia, seguros.

A reserva de lugar só é garantida mediante o pagamento de 50% do valor da inscrição.

Até 15 participantes. Para grupos entre 6 e 15 participantes oferecemos condições especiais. Por favor contacte-nos.

Oferta de desconto igual ao IVA para clientes particulares.
Acresce o IVA aos preços indicados, para empresas e outras entidades.

 

Planalto Superior da Serra da Estrela
Penhas Douradas e Vale do Rossim
Nave da Mestra. Estrela Mountain
Nave da Mestra
Penhas Douradas
Penhas Douradas

 

Indicada para os amantes do montanhismo, esta travessia pelo Planalto Superior da Serra da Estrela, representa uma caminhada algo exigente, fisicamente, devido à sua extensão e duração. No entanto, esta é feita de forma gradual e o percurso é muito aprazível, com um relevo suave e amplas paisagens que se estendem até ao horizonte e com perspectivas diferentes de alguns dos pontos mais emblemáticos da Serra. À medida que atravessamos este patamar pseudo-alpino, iremos encontrar plantas e animais exclusivos destas altitudes.


Duração: 8h

Extensão: 19km

Diferença altimétrica: 330m (cota mínima – 1418m; cota máxima – 1748m)

Pontos de passagem/interesse: Penhas Douradas, Vale das Éguas, Nave da Mestra, Vale do Conde, Covão dos Conchos, Piornal, Vale do Rossim.

Realização: de Maio a Outubro.


Preço por pessoa: 18,50 €

O preço indicado aplica-se a um grupo mínimo de 6 participantes e inclui o acompanhamento por guia, seguros.

A reserva de lugar só é garantida mediante o pagamento de 50% do valor da inscrição.

Até 15 participantes. Para grupos entre 6 e 15 participantes oferecemos condições especiais. Por favor contacte-nos.

Oferta de desconto igual ao IVA para clientes particulares.
Acresce o IVA aos preços indicados, para empresas e outras entidades.

 

Covão da Areia - Vale de Loriga
Covão da Areia
Covão do Boieiro - Vale de Loriga
Covão do Boieiro
Covão da Nave - Vale de Loriga
Covão da Nave

 

Um dos percursos mais espectaculares desta Serra, decorre ao longo de todo o vale glaciar de Loriga. Através de um trilho de montanha, com algumas passagens mais irregulares por afloramentos rochosos, faremos a subida desde a povoação de Loriga até ao ponto mais elevado, a Torre. A paisagem é marcada pela imponência do vale glaciar, com vertentes muito escarpadas, também enquadrada por lagoas e covões glaciares que ainda hoje são percorridos por alguns rebanhos de cabras e ovelhas em busca das melhores pastagens.


Duração: 7 a 8h

Extensão: 10km

Diferença altitudinal: 1169m (cota mínima – 824m; cota máxima – 1993m)

Realização: de Maio a Outubro

 

Devido ao facto de o percurso ser linear é sempre necessário realizar uma logística inicial por causa das viaturas. No final do percurso o regresso a Loriga será feito numa viatura da empresa que transportará apenas os motoristas ou, com o apoio de viaturas particulares, transportando todo o grupo.


Preço por pessoa: 18,50 € (com um mínimo de 6 inscrições)

O preço indicado aplica-se a um grupo mínimo de 6 participantes e inclui o acompanhamento por guia, seguros.

A reserva de lugar só é garantida mediante o pagamento de 50% do valor da inscrição.

Até 15 participantes. Para grupos entre 6 e 15 participantes oferecemos condições especiais. Por favor contacte-nos.

Oferta de desconto igual ao IVA para clientes particulares.
Acresce o IVA aos preços indicados, para empresas e outras entidades.

 

Recomendações e conselhos práticos

 

Utilização de roupa e calçado confortável, adequado às condições climatéricas previstas, nomeadamente: roupa leve, térmica (polares) e transpirável, um impermeável/corta-vento e botas de montanha com membrana hidrófuga (gore-tex), chapéu para o sol ou gorro e luvas para o frio e calças que permitam a liberdade de movimentos, protector solar. Levar recipiente para líquidos de pelo menos um litro de capacidade, por pessoa. Em caso de passeios com duração superior a 3 horas é aconselhável levar ainda um reforço alimentar. Mochila (entre 15 e 20 litros de capacidade).

Mesmo durante o Verão, as condições climatéricas podem-se deteriorar de um momento para o outro e tornarem-se algo adversas: ventos fortes, temperaturas baixas, nevoeiros. Consoante as condições climatéricas previstas para o dia do percurso, poderá ou não, haver uma alteração ou anulação do percurso.

 

Reservar

 

Através dos contactos disponibilizados, indicando o seu nome e contacto de telemóvel/email.

A reserva de lugar só é garantida mediante o pagamento de 50% do valor da inscrição.

Formulário de contacto

email: info@wildlifeportugal.pt

Telemóvel: +351 918 068 872